Indulto

Indulto
Quando o toiro pela sua nobreza se livra da morte
Quando na arena a bravura ultrapassa a sorte
Sorte suprema do matador montar a espada
Se perfilar com o toiro quadrado e dar a estocada
Em vez disso a morte ser simulada, lenços acenando
Numa vitória da bravura, da luta, o povo mandando
O toiro é nesse momento sublime um ser superior
Momento único só visto por alguns, encantador
Recompensa maior da sua raça, da perfeição
Trocando a morte pela vida em quase ilusão
Virtude taurina, detalhe místico mas realidade
Grito ao mundo, grito profundo de liberdade

Manuel Peralta Godinho e Cunha
Setembro de 2022



Publicar un comentario

Publicar un comentario

TRIBUNA da TAUROMAQUIA

CLICK DESCARGA GRATIS