El encargado-promotor de "Conde de Murça" aceptó el reto del "Duque de Agrolongo"

El encargado de la ganadería "Conde de Murça", además de un taurino al que se le tiene por competente, es un buen lector de la TRIBUNA da TAUROMAQUIA. De manera que ha aceptado el reto que le hacía el "Duque de Agrolongo" días pasados, cuando este hablaba en esta web de lo sucedido en la plaza de Vila Franca con el ganado de la corrida habida en aquella plaza en el primer fin de semana de mayo.
El encargado y promotor de la recuperación de esta ganadería "Conde de Murça" deja algunos apuntes interesantes. Uno de ellos, de modo elegante, la conveniencia de que en la plaza de toros de Vila Franca se hagan obras y se mejore el sistema de corrales y chiqueros que tienen allí, sin duda obsoleto...
Y por cierto, el mérito de que hubiese 3 sobreros el día de autos, es de este hombre y no de la empresa de Vila Franca, como atribuía el "Duque de Agrolongo".

"Dos seis exemplares sorteados para saírem à arena, três recolheram aos currais (3.º, 4.º e 5.º), com problemas de locomoção; e o 2.º sobrero, depois de lidado, também partiu uma mão. Caberá ao ganadero, com a ajuda do seu veterinário, averiguar a causa de tais problemas…" (Apunte de la cronista taurina Catarina Bexiga sobre lo sucedido en la arena de Vila Franca).

Caríssimo Tribuna da Tauromaquia.
Sendo eu Simao Neves ,o responsável pela ganaderia”Conde de Murça”, cabe me a mi responder ao seu texto , mesmo nao sabendo quem vocês são.
Nao tenho por norma ,nem nada me obriga a explicar , se é que á alguma coisa a explicar, cabe-me a mim procurar soluções para o que aconteceu ,nao volte a acontecer.
Estamos bastante contentes ,e seguirei o meu trabalho da mesma forma como o tenho feito ate aqui, pois o que me interessa principalmente é a bravura, e qualidade de lide, e isso está lá.
Quanto ao resto como referi tentarei ,e desde o termino da corrida que procuro a solução para contrariar o que aconteceu.
Garanto lhe que quando embarquei a corrida e estava a empresa a acompanhar , nao houve quaisquer problemas, nem no campo foi detetado o que quer que se pense ou imagine, pois se assim fosse eu como profissional seria o primeiro a dizer a empresa que nao poderíamos cumprir contrato.
A ida de um 3 sobrero fui eu que pedi ,pois havia uma jaula vazia e perguntei ao representante da empresa se podia completar o camião, pois disse lhe que nao ia a Vila Franca a bricar.
Fazer uma ganaderia nao é em 1 nem 2 nem 5 anos, leva muito e muito mais tempo.
Para terminar e nao querendo acusar ninguém , apenas digo:
As praças de toiros nao podem ser só de primeira categoria para umas coisas, também o devem ser nos currais , nas mangas onde se movem os toiros para os curros e ate as mangas de embolaçao, o piso etc…
Espero que tenha ficado esclarecido
Cumprimentos
Simao Neves
-------
tribuna da tauromaquia 
Fotografia : "Tauroleve"
Recuerde : imágenes a mayor tamaño si hace click sobre ellas).
-------

Artículo Anterior Artículo Siguiente