Cavaleiros) Parreirita Cigano : 10 años después de aquella presentación en público en Cartaxo...

Parreirita Cigano no tuvo una noche muy feliz en la plaza de toros de Figueira da Foz en el último domingo de julio. El cavaleiro de alternativa completaba un cartel de 6 con el que comenzó la temporada 2022 en el Coliseu Figueirense. Hoy presentamos un amplio reportaje de la presencia del cavaleiro gitano en el tauródromo figueirense, a través de 80 fotos de ARAÚJO MACEIRA, exclusivas de la tribuna da tauromaquia.

Parreirita monta a cavalo desde os 8 anos. Foi quando tinha 20 anos depois do tempo de aprendizagem dirigido pelo Manuel Jorge de Oliveira, o momento em que decidiu definitivamente ser cavaleiro tauromáquico. 

Carlos Miguel Serôdio da Conceição, conhecido na Tauromaquia como “Parreirita Cigano”; mas o mundo dos toiros não foi nunca mundo desconhecido para ele, pois o seu pai foi matador de toiros com o nome também de Parreirita Cigano. 

Parreirita fez apresentação pública como cavaleiro na praça do Cartaxo a 22 de Junho de 2012, numa garraiada em que alternou com o também amador Manuel Oliveira. A prova de cavaleiro praticante para Parreirita seria a 13 de outubro de 2013, na praça da Terrugem.

O cavaleiro Parreirita Cigano tomou a sua alternativa há cinco anos na praça do Campo Pequeno. 

O cavaleiro Carlos Conceição, que se anuncia sempre nos cartazes com o mesmo nome artístico de seu pai, recebeu a alternativa a 29 de Junho de 2017, na praça de toiros de Lisboa na corrida do jornal "O Mirante". Parreirita Cigano foi apadrinhado pelo seu mestre, Manuel Jorge de Oliveira, que nessa mesma corrida comemorou o 40º aniversário da sua alternativa. Completaram o cartaz, Rui Salvador, Ana Batista, João Maria Branco e o colombiano Jacobo Botero com os grupos de forcados do Ribatejo, da Chamusca e do Aposento da Chamusca, sendo os toiros da ganadaria Veiga Teixeira.