"Querer é Poder" : 35 anos depois, Rouxinol não esquece que as passou muito difíceis para chegar ao topo

Cavaleiro Luis Rouxinol e Presidente da Câmara de Montijo, Engenheiro Nuno Canta

TRIBUNA da TAUROMAQUIA )

El próximo día 29 de julio se va a celebrar en Montijo (Margem Sul del Gran Lisboa), un almuerzo multitudinario de homenaje al cavaleiro Luis Rouxinol, al cumplir este 35 años de alternativa. Rouxinol, humilde, sencillo, nada jactancioso, se ha granjeado profunda admiración en amplísimos sectores de la afición taurina, a la que -además- ha impactado siempre por lo gran torero a caballo que es... No es de extrañar que aún faltando casi 15 días para la fecha del gran almuerzo-homenaje, haya ya más de 500 personas que se hayan inscrito, por lo que se espera que el día 29 de julio sean más de 1.000 las que se sienten a comer en hermandad y gratitud hacia quien siempre en las plazas de toros lo dio absolutamente todo en favor de la Fiesta.

O Parque de Exposições Acácio Dores, no Montijo, vai receber no próximo dia 29 um jantar de homenagem a Luís Rouxinol. A Câmara Municipal decidiu ceder gratuitamente o espaço para a realização do evento, num apoio logístico, revelou o vereador José Manuel Santos. O autarca adiantou que a iniciativa já conta com mais de 500 pessoas inscritas. 
Horas atrás, mais de 450 pessoas completaram o aforo do Cine-Teatro Joaquim D'Almeida no Montijo, para homenagear também o cavaleiro Luis Rouxinol e assistir à exibição do documentário "Querer é Poder", uma boa realização do jornalista-documentalista José Cáceres. Diversas autoridades e representações do sector taurino estiveram presentes.
Autarcas e provedor de Santa Casa de Misericórdia fizeram entrega de lembranças a Luis Rouxinol, assim como também diversos elementos do sector taurino. Houve discursos -especialmente vibrante o do presidente da Câmara Municipal de Montijo-, anúncios de mais atos de homenagem e múltiplas mostras de carinho para com o cavaleiro que -em todo momento- se mostrou muito emocionado e agradecido.

Uma vez que foi exibido o excelente documentário, foi Luis Rouxinol quem subiu ao palco para agradecer a homenagem de que era objecto. Detalhe especial do cavaleiro, muito emocionado, ao lembrar pessoas importantes que estiveram a seu lado sempre : apoderados Mário Freire e Francisco Penedo; seu Pai, Alfredo Vicente, a sua Mulher e seus filhos e ainda referencia para o seu actual apoderado Rui Bento.

Destaque ainda para a actuação da Escola de Arte Musical "Sinfonias e Eventos", que interpretou escolhidas partituras músicais.

Hoje, o jornal "O Setubalense", de grande influência e tradição na "Margem Sul" do Grande Lisboa, publica precisamente uma entrevista de Mário Rui Sobral com o cavaleiro Luis Rouxinol que vale a pena ler. A comemorar 35 anos de alternativa, o cavaleiro recorda as dificuldades vividas no início da carreira. Nem a triunfar conseguiu ter oportunidades...

LER ENTREVISTA CLICK AQUÍ

Luis Rouxinol tiene hoy honores de portada en la edición de fin de semana de "O Setubalense"