Faz este 16 de julho, 90 anos que teve lugar a primeira edição da "Festa do Colete Encarnado"

FREGUESIA DE VILA FRANCA DE XIRA )

Faz hoje, 16 de julho, 90 anos que teve lugar a 1ª edição do Colete Encarnado.
Em 1932, a primeira "Festa do Colete Encarnado" chegou a estar prevista para várias datas possíveis, mas acabou por ter vários adiamentos, até que teve lugar nos dias 16 e 17 de julho desse ano.

O primeiro Colete Encarnado foi feito “a Favor da Associação dos Bombeiros Voluntários” - que, nesse ano, comemorava o seu 50º aniversário. Foi criado por José Van Zeller Pereira Palha, que o idealizou e preparou, numa altura em que estava à frente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Franca de Xira (o "Colete Encarnado" só mais tarde passa a ser uma organização municipal).
Os Bombeiros (criados em 1882) estavam, naquela época, em plena construção do necessário quartel (que havia de ser inaugurado em Agosto de 1932), e tinham pouquíssimos apoios para a sua concretização e finalização. Nos anos anteriores, já José Palha, a sua direção e todo o corpo ativo se tinham desmultiplicado em ideias, eventos e pedidos de apoio, que nunca pareciam chegar.

Quando foram finalmente anunciadas, as "Festas dos Colete Encarnado" iam ocorrer no início de julho. Soube-se, então, da morte repentina do Rei Dom Manuel II, no Exílio. José Palha, unido ao luto nacional e local, fez adiar o Colete Encarnado até que as exéquias do Rei tivessem lugar (é por isso que no cartaz original - na foto - se nota uma "colagem de substituição" nos dias).
Adiado uma vez mais, foi escolhida como nova data para as "Festas do Colete Encarnado", que José Palha sonhou como "a mais genuína das festas portuguesas", o dia 16 de Julho, dia de Nossa Senhora do Carmo, grande devoção Vilafranquense (sendo, por curiosidade, também Maria do Carmo o nome da mãe de José Palha a quem, de algum modo, o Criador da Festa homenageava).
Nesse dia, nasceu o Colete Encarnado!

Inicialmente, era para ser um momento irrepetível, mas a adesão popular à ideia foi tão grande, que se perpetua até aos dias de hoje e além de ser a mais antiga das Festas Identitárias da região, é considerada uma das 7 Maravilhas da Cultura Popular!

A Junta de Freguesia recorda e honra a memória de José Palha, ao criar esta Festa, e agradece aos Bombeiros Vilafranquenses, de onde nasceu o Colete Encarnado, além de destacar a coragem, o empenho e os atos abnegados de socorro, que prestam, há 140 anos, aos Vilafranquenses e ao País, ao longo de todo o ano e, ainda mais, nesta altura de combate aos incêndios!

Vila Franca está-vos Grata!
Viva o Colete Encarnado! Viva Vila Franca!