Partiu o nosso "Chico" Martins. O Fado perdeu o último dos “Saltimbancos”.



Assim sem mais…. partiu o último Marialva, sem despedidas, sem um abraço, sem uma gargalhada.
Á cerca de um mês, o Manel da Câmara tinham-me dito que o "Chico" estava doente, mas eu, como tanta gente, não imaginava que fosse tão rápida a evolução da doença e que nos deixasse tão cedo.
Apanhou-me no ensaio de som do espetáculo de ontem em Samora Correia. Estávamos, o Maurício, o António Pinto Basto, quando a notícia nos “colheu” sem pena nem glória.
Que extraordinárias recordações das noites de fado, do seu riso fácil, e do seu sentido de humor fabuloso e genuíno!.
Ficou mais pobre Vila Franca de Xira, triste o Ribatejo e o Fado, esse perdeu o último dos “Saltimbancos”.
Vou ter saudades, companheiro e amigo. 
Descansa em paz, meu querido "Chico" Martins!
O pessoal vai sentir a tua falta.

Jaime M. Amante.
Foto D.R.