Pablo Hermoso de Mendoza, um Senhor do Toureio a Cavalo


Pablo Hermoso de Mendoza tem dito que aprendeu muito com os cavaleiros portugueses e, na realidade, o seu toureio afasta-se muito do tal rejoneio, tipo circo, da maioria dos rejoneadores espanhóis.
Mas se recebeu ensinamentos dos portugueses, muitos destes bem podem aproveitar para aprender com ele a maneira de estar nas arenas, sem gestos bruscos a receber os ferros, sem estar a apontar ferro a ferro para o público a pedir aplausos, sem pedir para colocar mais um e outro ferro além do tempo regulamentar, sem dar voltas de agradecimento a cavalo e a pé imerecidas.
Quer dizer, saber estar com dignidade e senhorio.
O toureio a cavalo está a passar para Espanha. Até os cavaleiros portugueses querem ir lá receber alternativas, numa comprovação de vassalagem e de reconhecimento que a Festa é de lá. Já era no toureio a pé e será cada vez mais no toureio a cavalo.
Mais uma vez ontem, 15 de Maio de 2014, na Praça Monumental do Campo Pequeno, Pablo Hermoso explicou como se faz.
Esta é a realidade.

MANUEL PERALTA GODINHO e CUNHA
in Blogue Partebilhas – 16 de Maio de 2014