Sobre las denominaciones taurinas en la Fiesta a la portuguesa

Denominações taurinas

Por Manuel Peralta Godinho e Cunha

Os “rejoneadores” não deveriam ser apresentados em Portugal como tal mas sim como “cavaleiros”, por não ser permitido no nosso país o uso de “rojões” mas sim ferros compridos.

Como na lide a cavalo à portuguesa os toiros são bandarilhados pelos cavaleiros, não parece ser razoável chamar bandarilheiros aos elementos da “quadrilha”, porque na realidade não bandarilham e a sua função é de “peões de brega”.

Na lide a pé em Portugal não há razão para se anunciarem os toureiros como “matadores” mas sim como “espadas”, por não haver toiros de morte.

O termo de “forcado” não é mais do que a abreviatura de “moço de forcado” mas está assim entendido como tal na nossa tauromaquia.




Artículo Anterior Artículo Siguiente