Lo que no gustó -Peralta Godinho e Cunha- de la corrida de Montemor-o-Novo...

Lo que no gustó al gran taurino Manuel Peralta Godinho e Cunha en la corrida de este domingo en la plaza de Montemor... Lo dejó claro en un amplio texto en las redes sociales :

"Não gostei de não ter sido tocado os acordes do Hino da Maria da Fonte, no inicio e antes do começo das cortesias. É uma tradição nas corridas de toiros em Portugal, que vem da Monarquia, da Primeira República, do Estado Novo e que por vezes é esquecida e que o Senhor Director da Corrida não deveria ter deixado passar ontem em Montemor, já que o maestro da Banda da Música não deve ter conhecimento para tanto.
Não gostei de ver sair à praça um incompleto jogo de cabrestos. Porque o seu número mínimo deve ser de 7 bois e não 6 como foram apresentados. Não é uma questão de Regulamento, mas sim uma necessidade para tapar os toiros nas pegas de cernelha.
Não gostei da péssima iluminação da Praça e como assim foram lidados os dois últimos toiros num perigoso lusco-fusco, com arriscadas sombras que podem resultar em colhidas.
Penso também que quando há passagem de testemunho na chefia dos Grupos, o cabo novo não deve vestir a jaqueta do cabo antigo, mas só receber em mão a jaqueta que foi despida por quem se despede do Grupo".
Manuel Peralta Godinho e Cunha


 

 

Artículo Anterior Artículo Siguiente