La interesante reflexión que nos aporta el amigo João José Comenda...

Otro buen amigo de la TRIBUNA da TAUROMAQUIA IBÉRICA, João José Comenda, nos hace presente el siguiente texto :  

Ó florzinhas de estufa, ressabiados e Mamadous e Joacines e outros ignorantes extremo esquerdistas deste mundo, promotores de ódios fortuitos... Deixo-vos este belo texto.

Aceitem que dói menos :

A nossa geração foi tolerante e muito, sem sequer pensar nisso.
Vocês sim, inventaram os problemas de género, ódios e fobias.

Somos de gerações que ouviram e amaram David Bowie, Lou Read e que nunca colocaram problemas às preferências sexuais que eles tinham.
Não ligamos a isso e ficamos satisfeitos e felizes porque a música deles nos tocou!
Elton John, Freddy Mercury e George Michael...

Nós também somos as gerações que amavam Led Zeppelin, Deep Purple, Neil Young ou Eagles, sem criar problemas com as suas letras, hoje consideradas machistas!
Quando Boy George surgiu, com a sua imagem diferente, não perguntamos se era gay, hetero ou bi! Apenas curtimos a sua música.

E quando Jimmy Sommerville nos contou sua história de infância, nos emocionamos e cantamos com ele.
Não havia leis que nos obrigassem a sermos solidários ou a mostrarmos posições publicamente.
Não existiam ameaças de sanções ou autoproclamados que nos censurassem quando alguém fazia uma piada sobre algum destes assuntos.
Alyson Moyet era definitivamente gorda, mas ninguém achava que ela valia menos que uma Claudia Schiffer.

Gostaria de entender o que aconteceu entretanto pois, na minha opinião, todos esses censores têm o único efeito de gerar o que censuram. A tolerância nunca cresce por intolerância, mas sim o ódio e a divisão!
Não precisávamos de restrições. A educação que os nossos pais nos transmitiram e valores como assistência, empatia, amor ao próximo e tolerância são reais e infracções traziam desvantagens sociais!
Agora vieram impor-nos um culto de crítica e culpabilização, colocando-nos uns contra os outros!

De : Inga Grimme

David Bowie


Artículo Anterior Artículo Siguiente