Cultura e Conhecimento

Por Manuel Peralta Godinho e Cunha

As buscas apressadas na internet – Google – podem dar conhecimento.

Cultura é outra coisa. Para ser culto é, também, necessário estudar e conhecer a História.

O conhecimento não é suficiente se não se for acompanhado de cultura.

A cultura começa no berço com a família e contínua, necessariamente, com a escola, muita leitura, colóquios, viagens, etc.

A cultura é demorada, o conhecimento pode ser instantâneo.

O conceito nacional é certamente importante na preservação da cultura e esta é a repetição continuada por gerações de costumes, hábitos, artes e conceitos em determinada região. Porém a cultura pode ser supra-nacional e abranger um território muito superior à nação.

A cultura tauromáquica, por exemplo, abrange actualmente as nações da Península Ibérica, o sul de França e alguns países da América, nomeadamente a República Mexicana.

A cultura não se extingue por decreto, mas pode ir desaparecendo pela apatia dos povos, pelas adversidades naturais e pela tacanhez dos governantes.



Artículo Anterior Artículo Siguiente