Rui Salvador : 37 anos de uma alternativa de sonho...

Por Jaime M. Amante

Cumpre-se hoje, 37 anos da alternativa sonhada do nabantino -por adopção- Rui João Rodrigues Salvador.
Foi na noite de 9 de Agosto de 1984, na Monumental Praça de Toiros do Campo Pequeno no decorrer da 9ª Edição da célebre "Corrida da Rádio", que o jovem cavaleiro recebeu a sua alternativa na presença de José Mestre Batista e com o testemunho de João Moura. Pegaram nessa noite os Forcados Amadores de Montemor e Lisboa e lidaram-se toiros de João Moura.

Rui Salvador começou muito jovem, com apenas 11 anos, no longínquo ano de 1976, a 12 de Fevereiro na Praça de Toiros da Barquinha ao lado do também nabantino Ricardo Alves "Tomix" num espetáculo cómico taurino pelo Carnaval.
Apresenta-se no Campo Pequeno no decorrer do Carnaval de 1977, ano que fica também marcado pela sua estreia internacional, como cavaleiro amador, na cidade francesa de Nîmes, a 3 de Setembro, saldando-se essa atuação por uma triunfal saída em ombros.

Rui Salvador tornou-se conhecido como “o cavaleiro dos ferros impossíveis”, tal a emoção que colocava e o elevado risco que suportava, sobretudo quando cravava os “curtos” em terrenos e quiebros quase impossíveis.

Foto : O Mirante / D.


Mestre Baptista, no momento de dar a alternativa a Rui Salvador

R.

Artículo Anterior Artículo Siguiente